limitar a taxa de download do apt no Ubuntu / Debian e companhia

Quem usa Linux e muitos recurso de rede, principalmente Internet, sabe da grande eficiência do Linux no uso de banda de tráfego de dados. Isso é muito interessante quando fazemos qualquer comparativo, por exemplo escolha um arquivo grande qualquer e cronometre o tempo gasto para se baixar este arquivo no Linux e no Windows, você ficará realmente surpreso com o resultado. Me lembro de certa vez que o administrador de um provedor wireless de minha cidade, do qual eu era cliente, chegou a me perguntar o que eu fazia para usar 100 % da banda de tráfego que eles me disponibilizavam e que eu era o único que conseguia, a resposta foi simples “Linux”.

Isso é muito bom para os usuários Linux, mas temos um efeito colateral, pois ao atualizarmos via apt, seja no Ubuntu ou Debian, o máximo de banda de tráfego disponível é utilizada. Para quem dispõe de um link modesto de 300Kbits, o uso da rede fica insuportável durante a atualização do sistema ou instalação de qualquer pacote via apt / synaptic. Para evitar isso podemos limitar a banda de tráfego utilizado pelo apt. Basta criar o arquivo /etc/apt/apt.conf.d/02limitrate com o seguinte conteúdo:

OBS: O nome do arquivo criado não precisar ser exatamente este e talvez seja necessário alguma adaptação para o Debian.

Acquire
{
	http {
		Dl-Limit "20";
	}
}

Este exemplo foi feito no Ubuntu 8.04 (Hardy Heron) e vai limitar em 20Kb/s o tráfego gerado pelo apt. O valor a limitar vai depender do seu link e da necessidade de banda no seu trabalho usando a Internet durante as atualizações do apt. No meu caso ainda consigo navegar tranquilamente com os 10Kb/s que sobram do meu link.

Para complementar, uma outra dica rápida: para ter o mesmo limite quando se utiliza o wget para download utilize a opção –limit-rate=20k. O wget também costuma “devorar” toda a banda de tráfego.

Espero que agora consigam aproveitar seus downloads / atualizações e continuar trabalhando na Internet sem problemas.

fonte: link

Anúncios

~ por 3c0linux em dezembro 10, 2009.

 
%d blogueiros gostam disto: