Recuperar ficheiros com Ubuntu

Já vos aconteceu, de certeza, eliminar acidentalmente ou perder ficheiros (um “crash” enquanto trabalhavam) que matariam para reaver!

Felizmente existem soluções para que tal não seja necessário.

//

A solução que vos apresento hoje para Linux é muito eficaz e poderosa, sendo que consegue “desenterrar” quase tudo o que é possível, em vários sistemas de ficheiros (NTFS, FAT, ext2, ext3, e partições “cruas”), e chama-se “Scalpel” (Bisturi, em Português).

As explicações que vão seguir neste tutorial são feitas com Ubuntu, mas a forma de funcionamento noutras distribuições será semelhante.

Vamos então passar à acção:

Primeiro, vamos instalar o scalpel, para tal podemos ir ao Gestor de Pacotes Synaptic e procurar por “scalpel”, seleccionar e instalar (clicar em “Aplicar”), ou também podem simplesmente na consola escrever:

$ sudo apt-get install scalpel

Sendo uma ferramenta muito poderosa, não é de todo de intuitiva utilização, pelo que tem de ser usada a consola e antes de a utilizarmos temos de definir os tipos de ficheiro que procuramos.

Vamos então editar o ficheiro de configuração, para tal, abrimos a consola e escrevemos:

$ sudo gedit /etc/scalpel/scalpel.conf

Podem ver que no ficheiro é explicado o funcionamento por RegEx (Expressões Regulares), Wildcard, etc.

Imaginemos que eu quero procurar um ficheiro HTML que apaguei sem querer, na linha 162 tenho esse exemplo de ficheiro (assim como muitos outros existem, basta procurarem, ou até podem adicionar, para isso precisam de ler o ficheiro para entender o funcionamento), como tal, basta-me des-comentar essa linha (removendo o # que está no início da mesma).

Depois de salvar o ficheiro, voltam à consola.

Agora, quero procurar os ficheiros HTML que eliminei no meu disco e colocá-los numa pasta de nome “html_recovered”, como tal, sabendo que estaria na partição /dev/sda5 (para verem a vossa, usem o comando $ mount ), escrevo o seguinte comando:

$ sudo scalpel /dev/sda5 -o html_recovered

Após uma horita +/- (dependendo do tamanho da partição, a minha era de sensivelmente 60GB), resultados!

Agora na pasta html_recovered consigo encontrar um ficheiro com um relatório (audit.txt) e pastas consoante os tipos de ficheiro com os vários ficheiros recuperados.

Antes de poderem visualizar a pasta e os conteúdos, terão de obter permissões, para tal, escrevam na consola (substituindo USER pelo vosso username):

$ sudo chown -R USER.USER html_recovered

Poderá demorar um pouco, se tiverem “desenterrado” muitos ficheiros.


Fonte: Howtoforge

Anúncios

~ por 3c0linux em outubro 21, 2009.

 
%d blogueiros gostam disto: